A HIDROPONIA HOJE

Se nosso caro visitante chegou a esta página de nosso site, presumimos que navegou por todo ele, e portanto já tem uma idéia bastante concreta do que seja Hidroponia, bem como das várias tecnologias que a ela relacionamos.

A Hidroponia é uma técnica bastante jovem, pois está sendo utilizadada comercialmente há pouco mais de 70 anos.

Muitos autores e pesquisadores consideram-na já como sendo uma Ciência.

Todavia, mesmo neste curto período de tempo, foi adaptada às mais diversas situações, desde culturas ao ar livre, em estufas, até em culturas especializadas em submarinos atómicos, nas naves espaciais, e nas futuras estações no espaço sideral.

É uma ciência da era espacial, e no entanto, pode ser usada em paises sub-desenvolvidos do todo o mundo, para produzir grandes quantidades de alimentos em áreas muito reduzidas.

Suas únicas restrições, são água limpa e nutrientes.

Onde não houver água potável, pode usar-se água salobra ou água do mar desalinizada.

Onde não houver nutrientes industrializados, podem usar-se os extraidos de dejectos tratados em biodigestores.

Assim sendo, apresenta enorme potencial de aplicação no provimento de alimentos em áreas de terras não agricultáveis, como os desertos, seja os naturais, seja os provocados pelo ser humano.

Os complexos hidroponicos podem ser localizados ao longo das costas marinhas, em coberturas de edifícios em grandes centros urbanos, nos quintais de residências, e nos apartamentos em edifícios.

Pela hidroponia, podemos produzir não só folhagens e frutos utilizados em saladas como complemento alimentar de alto valor nutritivo, como também erva para alimentar gado de corte e leiteiro.

Numa área de 20 m², podem produzir-se hidropònicamente, 450 kg diários de erva fresca, que não só pode alimentar gado doméstico, como animais em jardins zoológicos.

A erva hidropónica aumenta em cêrca de 30% a produção de leite dos animais em lactação, e a relação de conversão em animais de corte, aumenta cêrca de 20%.

Com alimentação constituida de erva hidroponica, a potência dos machos e a concepção da fêmeas aumentam consideràvelmente.

Usando-se erva hidroponica nas granjas de galinhas poedeiras, a postura aumenta cêrca de 40%, ao mesmo tempo que desaparece o canibalismo nas granjas produtoras de frangos de corte.

Pela hidroponia, produzem-se ervas aromáticas e medicinais, que em nada diferem em qualidade das produzidas convencionalmente em solos comuns.

As ervas medicinais podem ser produzidas em ambientes totalmente assépticos, e conforme a parte da planta utilizada, podemos dirigir o maior desenvolvimento da mesma para folhas ou raizes.

Também se produzem normalmente plantas aproveitadas pelas folhas, pelos frutos, pelas sementes, pelas raizes ou pelos tubérculos.

Podemos ainda controlar a qualidade das plantas, no que diz respeito ao teôr de açúcar, de vitaminas e de compostos essenciais.

Pela hidroponia, podemos enriquecer as plantas, de tal forma que apresentem maior poder alimentício não só para o ser humano mas também para outros animais que delas se alimentem.

Plantas produzidas hidropònicamente, podem ser dotadas de micro-elementos necessàrios ao ser humano, e não necessários a elas mesmas.

E tudo isto de forma natural, pelo simples gerenciamento da nutrição das mesmas.

A hidroponia não só possibilita a produção de alimentos, como proporciona um sistema simples e eficiente na purificação do ar ambiente poluido, sistema esse desenvolvido e testado pela N.A.S.A., e que será usado na primeira estação espacial.

Com tudo isto, a hidroponia ainda enfrenta problemas que freiam seu desenvolvimento como um todo.

Um deles é a atitude negativa que muitos mestres e pessoas de elevadas posições nas universidades e escolas agrícolas tomam frente a esta técnica.

Tais atitudes vão desde o total desinteresse até à hostilidade abertamente declarada.

E são, na maioria, resultado de sua relutância em aceitar, ou pelo menos estudar sistemas que podem conflitar com suas tradições.

Enfim, como é típico do ser humano, procura destruir-se o que não se conhece.

Mas felizmente, espalhados pelo mundo, existem pessoas de mente aberta e suficientemente generosas, sempre prontas a auxiliar os produtores a instalar seus complexos hidroponicos.

Para a Hidroponia, o futuro é muito promissor.

No entanto, é necessário frizar que a Hidroponia não é "A SOLUÇÃO", mas é "UMA SOLUÇÃO" dentre muitas, que podem auxiliar a diminuir a fome que domina tantas partes de nosso planeta.

Sua aplicação poderá ser vista tanto pelo lado simplesmente comercial, como pelo lado de absoluta necessidade, frente à impossibilidade na aplicação de outros métodos agrícolas mais tradicionais.

Seja num caso, seja no outro, sua aplicação jamais deverá ser levada a efeito sem o conhecimento de seus princípios fundamentais, seguidos de um estudo e planejamento adequados.

botão